EDP vende três empreendimentos de transmissão

EDP vende três empreendimentos de transmissão

A EDP assinou com uma empresa detida pela Actis Assessoria de Investimentos LTDA um contrato para venda de 100% do capital de três de seus empreendimentos de transmissão de energia: a EDP Transmissão S.A., a EDP Maranhão I S.A. e a EDP Maranhão II S.A., respectivamente lotes 24, 7 e 11.

Os ativos, que somam 439 quilômetros de extensão, têm receita anual permitida (RAP) de R$131 milhões e enterprise value de R$ 1,32 bilhão.

O acordo se deu por meio de processo competitivo e está alinhado assim com a estratégia da Companhia de rotação de ativos do segmento de Transmissão. No setor, a Companhia é reconhecida por sua capacidade de execução de obras dentro do orçamento previsto e com entrega antecipada.

A operação ainda deverá ser aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE). E também pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). Além do Banco do Nordeste do Brasil e de debenturistas, conforme aplicável.

“A concretização da transação de hoje permite à EDP cristalizar valor com a rotação destes ativos de transmissão. E cumpre assim uma meta prioritária da estratégia definida para o ano de 2021. Com esta venda e a compra da CELG-T, aumentamos portanto a presença no negócio de Transmissão, que apresenta um menor risco setorial. E criamos dessa forma valor adicional para os nossos acionistas”, afirma João Marques da Cruz, CEO da EDP no Brasil.

Resumo dos lotes alienados
EDP vende tres empreendimentos de transmissao

Investimentos em empreendimentos de Transmissão

No último dia 14, a EDP adquiriu 100% das ações da Celg Transmissão S.A (Celg-T), em leilão organizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A compra foi realizada por R$ 1,98 bilhão de reais. Com a operação, a EDP estima assim uma receita anual permitida (RAP) adicional de R$ 223 milhões no ciclo 2021/2022, através da aquisição dos 756 quilômetros de redes de transmissão e das 14 subestações da estatal goiana de transmissão.

Com a venda dos lotes 7, 11 e 24 e a aquisição da Celg T, a EDP passa a contar portanto com oito empreendimentos de transmissão em seu portfólio que, quando operacionais, totalizarão 2.241km de linhas em extensão e aproximadamente R$702 milhões de RAP. Desde 2017, a Companhia já investiu R$4,1 bilhões em obras e projetos de Transmissão adquiridos em leilões da Aneel ou no mercado secundário. Isso representa 80% de execução de seu CAPEX total nos estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Maranhão e Espírito Santo, Acre e Rondônia.

Leia outras notícias sobre o setor de transmissão de energia

Deixe um comentário