Energia no Brasil e o papel do Litro de Luz

Energia no Brasil e o papel do Litro de Luz

Você já se perguntou o que é energia? A utilizamos em diversas aplicações, como carregar nossos celulares, acender lâmpadas, tomar um banho quente, cozinhar, entre outras possibilidades. No entanto, raramente paramos para pensar sobre o que é energia, em uma definição simples e objetiva.

Energia é a capacidade que determinado corpo possui de realizar trabalho, e esta capacidade se manifesta de diferentes formas, como por exemplo: cinética, mecânica, potencial, e a principal, a elétrica.

É estranho que algo que para a maioria de nós é de fácil acesso, ainda não tenha se tornado universal, que é o caso do acesso à energia elétrica. Em um relatório do Banco Mundial (2019), apontou-se que, no mundo, cerca de 840 milhões de pessoas têm sua qualidade de vida deteriorada pela falta do acesso à eletricidade em suas casas e comunidades; no Brasil, este número é de cerca de 2 milhões de pessoas, segundo o Ministério de Minas e Energia, 2019.

De olho nesta problemática, desde 2012, o Litro de Luz, organização social que trabalha a nível internacional e não descansa da sua missão: “Iluminar o Brasil e o Mundo, uma garrafa por vez”, traz tecnologia e conhecimento que transforma vidas. No Brasil, está presente nas cinco regiões e já impacta diretamente mais de 16 mil pessoas.

Matriz energética e Matriz elétrica

Em nosso uso cotidiano, os recursos energéticos se dividem em dois grandes grupos, que são a Matriz energética e a Matriz elétrica.

A matriz energética é o conjunto de todas as fontes de combustíveis disponíveis para suprir nossa demanda por energia para a realização de atividades do nosso dia a dia, como por exemplo: movimentar carros e outros meios de transporte, cozinhar e gerar energia elétrica. Por outro lado, a matriz elétrica corresponde às fontes disponíveis apenas para a geração de energia elétrica; logo, a matriz elétrica compõe a matriz energética.

De acordo com o relatório síntese do Balanço Energético Nacional (BEN), realizado pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE), a matriz energética nacional conta uma forte participação das fontes de energias renováveis (46,1% – 2019), enquanto a nível global, este valor está na casa dos 13~15%, tomando como base 2017.

Isso é preocupante, pois indica que fontes como carvão, gasolina e outros combustíveis fósseis são intensivamente usados ao redor do mundo, o que certamente agrava os efeitos da poluição e aquecimento global.

No quesito da matriz elétrica, as fontes de energia renováveis representam 83% da matriz elétrica brasileira, enquanto, no mundo, este percentual fica entre 24~27%, tomando como ano base 2016.

Curiosidade sobre energia solar fotovoltaltaica

A energia solar fotovoltaica está cada vez mais presente em nossa vidas, graças a algumas mentes brilhantes que, ao longo dos dois últimos séculos, trabalharam arduamente para tornar painéis solares uma solução viável a nível mundial. A seguir, um pouco da trajetória deste desenvolvimento até os dias de hoje:

●         1839: Descoberta do efeito fotovoltaico pelo físico Alexandre Edmond Bequerel.

●         1883: 1º célula fotovoltaica, criada por Charles Fritts, tinha eficiência máxima de 1%.

●         1905: Descoberta do efeito fotoelétrico por Einstein, a partir das teorias de Heinrich Hertz, de 1887.

●         1922: Prêmio Nobel para Einstein sobre o efeito fotoelétrico.

●         1930: Schottky estabelece a teoria do efeito fotovoltaico.

●         1954: Calvin Fuller, Gerald Pearson e Daryl Chapin criam a 1° célula FV prática de silício mono cristalino.

●         1958: Células FV de 1W é utilizada no satélite Vanguard I, para alimentar seu rádio na viagem.

●         1994: Primeira célula solar que superou em 30% a eficiência de conversão.

●         1999: Capacidade fotovoltaica total instalada no mundo atinge os 1.000 megawatts.

●         2000: Utilização de sistemas fotovoltaicos conectados à rede.

●         2006: Novo recorde ao obter uma célula solar com 40% de eficiência.

●         2012: Regulamentação da RN 482 da Aneel.

●         2015: Resolução Normativa 687/2015 pela Aneel.

Frente aos dados aqui apresentados, uma coisa é certa: o mundo passa por uma transição na forma como usa e gera energia, ao passo que sistemas renováveis aumentam sua eficiência. O papel do Litro de Luz Brasil é levar para as comunidades por meio de nossas ações, o conhecimento e o empoderamento de como participar deste novo movimento mundial em prol da sustentabilidade.

Confira como foi a ação do Litro de Luz na Aldeia Mata Verde Bonita – RJ

Leia também Enel distribuição São Paulo reabre ecopontos para entrega de materiais recicláveis

Deixe um comentário