Painéis elétricos minimizam riscos de data centers ficarem fora do ar

Painéis elétricos minimizam riscos de data centers ficarem fora do ar

Recentemente, uma das maiores empresas de tecnologia do mundo, dona de diversas redes sociais, teve um problema em seu data center que paralisou por horas os acessos a todos os serviços. Esse fato causou prejuízos milionários e caos em diversos lugares.

Data center é o “coração” de um negócio. Um hospital, uma empresa de tecnologia ou qualquer empreendimento que opere e necessite de um banco de dados, o seu funcionamento é de vital importância. E mesmo com o advento das “soluções em nuvens”, que são data centers terceirizados, muitas empresas ainda optam por ter a sua própria estrutura de servidores interna.

E para manter o bom funcionamento dessa estrutura, é fundamental a gestão de energia. Seja qual for o tamanho do data center, a energia que alimenta tal estrutura precisa ser controlada e monitorada. Isso evita possíveis problemas que causam instabilidade ou danos no sistema e que possam colocar em risco a vida dos trabalhadores.

“Antigamente tinha-se a ideia de que um nobreak era suficiente para dar conta de um data center. Porém, com a demanda energética que um sistema desse precisa, a melhor solução é a instalação de um painel elétrico”, diz o engenheiro eletricista Fabio Amaral, CEO da Engerey Painéis Elétricos.

Amaral ressalta que o tipo de negócio em si também afeta diretamente os requisitos relacionados aos painéis para data centers. “Um hospital que queira dar um upgrade em seu sistema de energia deve colocar geradores de backup para garantir um fornecimento de energia contínuo, independente da emergência. Uma pequena empresa pode não exigir esse nível de segurança, mas precisa de uma capacidade de energia otimizada para o seu negócio ou edifício.”

Quatro motivos para ter um painel elétrico certificado em seu data center

  • Segurança: Os painéis certificados para data centers diminuem as chances de avaria, levam segurança à instalação e às pessoas envolvidas. Sua manutenção, além de rápida, tem maior tempo de funcionamento correto. A empresa Engerey, por exemplo, utiliza a linha Prisma da Schneider Electric produzida de acordo com projeto elétrico e mecânico padrão. Seu desempenho conta com a certificação obtida nos ensaios de tipo solicitados pela norma ABNT NBR IEC 61439-1.
  • Manuseio facilitado: Esses painéis permitem a continuidade do serviço. Pela parte da frente do painel elétrico todas as conexões são acessíveis, o que reduz o tempo de intervenção.
  • Compactação: Muitas vezes, o data center fica em espaços pequenos, o que requer uma otimização na instalação. Os Painéis Prisma são os mais compactos do mercado, com dimensões reduzidas e com fácil e rápido acesso ao interior para termografias e intervenções.
  • Proteção: Outro ponto importante é que esses equipamentos precisam de dispositivos para a proteção dos circuitos elétricos contra sobretensões, sobrecargas e curtos-circuitos. Como é o caso dos Dispositivos de Proteção contra Surtos (DPS) e os Dispositivos Residuais (DRs).

“Cada projeto demanda algumas especificações particulares. O mais importante é que, ao procurar um painel elétrico para seu data center, o gestor busque sempre por empresas especializadas na montagem de painéis certificados. É preciso também ter profissionais capazes de realizar o melhor projeto segundo a demanda necessária”, diz Fábio Amaral.

Leia também 70% dos painéis elétricos no Brasil não atendem às normas, diz engenheiro

Deixe um comentário